sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Um bom samba é uma forma de oração

"Porque o samba é a tristeza que balança
E a tristeza tem sempre uma esperança
A tristeza tem sempre uma esperança
De um dia não ser mais triste não

Feito essa gente que anda por aí
Brincando com a vida
Cuidado, companheiro!
A vida é pra valer
E não se engane não, tem uma só
Duas mesmo que é bom
Ninguém vai me dizer que tem
Sem provar muito bem provado
Com certidão passada em cartório do céu
E assinado embaixo: Deus
E com firma reconhecida!
A vida não é brincadeira, amigo
A vida é arte do encontro
Embora haja tanto desencontro pela vida
Há sempre uma mulher à sua espera
Com os olhos cheios de carinho
E as mãos cheias de perdão
Ponha um pouco de amor na sua vida
Como no seu samba"

Samba da Benção, Vinicius de Moraes



Em meio à desesperança e a falta de impulso...
Essas coisas que dão assim na gente quando a queda de uma só folha parece mexer com toda a árvore, desestruturar. É do viver mesmo, sabe?
Em meio a isso, vem o poeta Vinicius me convencer de um samba que faz da tristeza um motivo também pra acreditar na vida.

2 comentários:

Rebeca Amaral disse...

Nada como um samba de Vinícius pra nos fazer acordar pro mundo e ver que a dor é perda de tempo. Lindo demais!

Poemas e Amizades disse...

Oi, Tam, bom dia!!!
Se tanto acontece com uma folha que se mexe, é de se preocupar se o solo em que essa árvore se assenta é firme, ainda que o vento seja de desesperança, vento que sopra de todos os lados ao mesmo tempo, para que não saiamos do lugar. O solo recomendável para uma árvore sobretudo e sobre todos saudável é o solo da perseverança, e é bom que nas águas com que se regue haja muito de amizade.
Vinícius conclama o amor na vida. Eis o maior de todos os fortificantes de solo.
Um beijo carinhoso
Lello Bandeira

Postar um comentário

Palavras bem-vindas...