segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Dentro dela estilhaços, pétalas em pedaços, você ♪

Quando pela primeira vez alguém a chamou de bipolar, ela caiu em si. Foi estranho, mas ela sentia que aquilo podia ser a explicação pra tudo que agonizava seu peito.
Ora ela busca uma justificativa, ora ela se desfaz de qualquer ideia que possa tornar-se uma resposta concreta.
Então dessa forma ela, ou melhor, eu tento tornar despercebido qualquer vestígio dos sentimentos que ninguém jamais ousou decifrar. Sinto-me mal por isso.
Tenho saudades daquela pequena fresta que ia me iluminando aos poucos querendo ser aberta. Eu podia ter aberto, mas não quis (não consegui).
Todo erro está significativamente no fato de eu não ter conseguido me iluminar por completo. Mas essa luz de que falo, o amor, sempre me pareceu fraca e eu tive medo do dia em que ela se apagasse e me deixasse sozinha no escuro. Esse medo, que me retrai tanto de achar até mesmo respostas, certas vezes me parece tão bobo. E é então que começo a descobrir aquela bipolaridade que assimilaram a mim como algo ruim. Não é ruim! Eu preciso parar de pensar em meus medos e na escuridão que me despedaçou um dia. Por mais que eu tenha noção disso, tenho que avaliar como tolice esse devaneio todo!
Ao equilibrar-me entre esses meus dois pólos é que conseguirei, quem sabe um dia, abrir portas e janelas deixando as pétalas de um passado planarem pelo vento até que sumam no horizonte da luz.

6 comentários:

Lucas de Souza disse...

como eu sou girassol, vc é meu sol... (8)
Vc é um astro Tatah, uma estrela do céu, com luz própria, que tá no mundo pra iluminar a gente.

Jaci Magalhães disse...

O tempo muda a ordem dos ponteiros, inverte-os, ou até mesmo, equipara os pólos. :D

E mesmo sem ter aproximação, concordo com o Lucas, no comentário acima. Sinto a luz em suas palavras.


Não apareci aqui esses dias, porque viajei e estava sem acesso algum à internet. Mas, tô de volta! :D

Um abraço do tamanho do céu!

Tamara Lacerda disse...

ooow que liiindos *---*
brigada mesmo
de coração.

J. disse...

Gostei muito das citações,imagens..tudo.
Este parece q foi escrito para mim simpleste lindo,puro e simples

Rebeca Amaral disse...

texto lindo! meus Deus, quanto sentimento, menina. belo!

Giovanna I. disse...

Texto lindo e cheio de sentimento, como sempre!
Adorei!
Beijos!

Postar um comentário

Palavras bem-vindas...