sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Faz frio.


"Frágil – você tem tanta vontade de chorar, tanta vontade de ir embora. Para que o protejam, para que sintam falta. Tanta vontade de viajar para bem longe, romper todos os laços, sem deixar endereço. Um dia mandará um cartão-postal de algum lugar improvável. Bali, Madagascar, Sumatra. Escreverá: penso em você. Deve ser bonito, mesmo melancólico, alguém que se foi pensar em você num lugar improvável como esse. Você se comove com o que não acontece, você sente frio e medo. Parado atrás da vidraça, olhando a chuva que, aos poucos começa a passar."

(Caio Fernando Abreu)


Hei de acreditar um pouco mais na vida de agora, fazer o frio passar.

5 comentários:

Anônimo disse...

O segredo é esse meu bem.
seu blog ta muito bom!

Rebeca Amaral disse...

calor! precisa-se de calor!

Nu ! disse...

se eu fosse embora pra um lugar improvável sentiriam minha falta?
acho que eu vou só pra descobrir...

Grafite disse...

Amei a foto!

MED MUCHSTTER disse...

Caio F. Abreu escreve tão bem! Queria eu, que uma pessoa em particular, que partiu, sentisse minha falta. Acho que eu, que permaneci aqui, sinto falta de tudo. Bem, deixe-mos de falar de saudade. Que venha o calor, aquecer nossa alma e fazer o sorriso expulsar a saudade! Estou seguindo o blog, adorei! Beijitos, MM.

Postar um comentário

Palavras bem-vindas...