quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Crueldade, felicidade, verdade.

  Existem vezes em que a morte finda os pensamentos.
  Você tem tanta ira por causa de algo que parece o fim do mundo, e na verdade não passa de bobeira.

  Eu penso em deixar de viver, que é uma forma mais leve de falar em morrer.
  Isso é bem cruel.

  É que quando a raiva nos domina e quando cai a primeira gota de lágrima, o mundo está realmente acabando ali. Perdem-se os sonhos, perde-se alegria, perde-se vontade de viver. E é sempre igual. Minutos depois de lágrimas e gritos que ficam entalados na alma (e as vezes não chegam a sair nunca), o problema vai se tornando menor a medida que a cabeça vagarosamente volta pro lugar.

  Então, eu penso no muito que ainda tenho pra viver e quero muito esse muito!
  Isso é bem feliz.

  Ira é passageira, problemas também podem ser. A vida é uma passagem, mas não é passageira se nos agarrarmos a ela com toda cede de fazer o dia após dia melhor apesar de... Apesar de nada! É só ter coragem, desejar profundo.

  Não me diga pra deixar os pensamentos ruins de lado. Eu posso enfurecer, posso ficar triste, mas continuarei sorrindo. Sabe por quê? Porque quando a onda ruim passa, eu lembro rapidamente do mar de bem que existe em mim, que existe na VIDA! Sem sentir o mal, eu não reconheceria o que é bem. Por conta disso vejo que preciso sentir tristeza pra sorrir também. Continuo Sorrindo!
  Isso é bem verdadeiro.


"Mas se nós pudéssemos apenas abrir os nossos olhos;
Nós veríamos as bençãos disfarçadas;
Que todas as nuvens da chuva são fontes.
Embora nossos problemas pareçam com montanhas.

Há ouro naquelas colinas.
Há ouro naquelas colinas.
Por isso não perca sua coragem
Dê ao dia a chance de começar.

Tudo a partir de agora, diz a vida,
Onde você acha que vai com tanta pressa?
Temos a mania de ter pensamentos cruéis
Mas às vezes é preciso ser cruel para ser gentil."

(Gold In Them Hills - Ron Sexsmith)



[Gold In Them Hills - Coldplay]

4 comentários:

Hugo Sheikispir disse...

Parabéns pelo blog. Certo filósofo disse que a vida é feita de dor: desejos não realizados, e que o prazer era algo raro... mas a intensidade da tristeza e da alegria depende das nossas escolhas... Muito legal esse texto. Você é psicóloga? Até mais, tenha um bom dia! Meu link para contato: http://hugorenatodistraido.blogspot.com/

bárbara disse...

Tens razão! O segredo é não tirar o sorriso do rosto em momento algo. Dias tristes sempre vem por algum motivo. Pra nos trazer felicidade um dia, talvez.

Adorei o blog!

Paulo Tamburro disse...

QUE LINDO TEXTO,TAMARA.

VOCÊ MANDOU, MUITO BEM.

ISSO É BEM CRUEL,ISSO É BEM FELIZ, ISSO É BEM VERDADEIRO E MUITO BONITO, TAMARA!

PARABÉNS.

TENHO UM BLOG DE HUMOR , SE PUDER DAR UMA PASSADINHA LÁ FICARIA SATISFEITO E HONRADO.

UM ABRAÇÃO CARIOCA!

Paulo Tamburro disse...

E quando vier ao rio, por favor me comunique!

Abração!

Postar um comentário

Palavras bem-vindas...