terça-feira, 12 de outubro de 2010

Na força da fé

"Se não for hoje, um dia será. Algumas coisas, por mais impossíveis e malucas que pareçam, a gente sabe, bem no fundo, que foram feitas pra um dia dar certo."

(Caio Fernando Abreu)


"Deixar-se levar pelos tons
Banhar-se em cores e sons
Seguir o horizonte até que o olhar se perca
Despertar os sonhos antes que adormeçam
E se a vida vir der de me derrubar
Vou olhar pra ela, sou mais de encarar
Forte sou levanto, rumo no meu norte
Ando com anjos, conto com a sorte"


(Deixar-se - O círculo)

6 comentários:

Giovanna I. disse...

Ótima escolha de texto, de imagem, de música. Tudo lindo! :) Beijos

Vanessa disse...

Delícia de ler!

Bjos!

Hugo Sheikispir disse...

Nossa, como o texto ficou em sintonia com a imagem! Ahh, a respeito do "Seguir o horizonte até que o olhar se perca", é tipo, quando os olhos nem se mexem direito de tão fixos que estão... e terminamos nos desligando de tudo? Ou então, procurar encontrar alguém em algum lugar até que não encontramos, mas nos vemos livres no mundo? Até mais, bjo! Obs.: Gostei bastante do post sobre o Renato Russo, pois Índios é pura poesia...

Tamara Lacerda disse...

Oow que bom que vocês gostaram!
Hugo,
eu vejo mais essa frase no sentido de determinação, de você focar naquilo que você quer indo lá na frente, mesmo no horizonte distante onde os olhos não podem alcançar. Você não concorda? :)

Ahh é.. aquela música/poesia é um sonho.

beeeijo.

Letícia M. disse...

Algumas coisas foram feitas para dar certo , indiscutivelmente! ... Caio Fernando Abreu fala para a gente , quantas vezes acontece de parecer que ele te conhece , que ele te descreve? Comigo sempre acontece! ...
Um beijo , sempre lindo e inspirador as coisas por aqui , tu sabe o quanto gosto ... bjo pretinha :)

Poemas e Amizades disse...

Tamara, olá!
Esse poema (e letra de música) tem versos de muita beleza. Há uma beleza psicológica incrível em reconhecer tons. Muitos só reconhecem cores primárias, na vida. É qualidade de quem aprendeu a viver, reconhecer que há tons, há pequeníssimas variantes a serem enxergadas. Despertar sonhos antes que adormeçam é uma figura complexa. Como “despertar” o que ainda não adormeceu? O sentido complexo é realizá-los, antes que definitivamente se reduzam à condição de meros sonhos, o que seria adormecerem. Não propriamente a vida, mas os fatos da vida às vezes nos derrubam, e é necessário olhar de frente para tais fatos, não baixar a cabeça, procurar saídas, caminhos, direções.
Belo poema, realmente.
Abraço carinhoso
Lello
P.S. – Pela primeira vez, não alinho o pensamento com o texto de Caio Fernando, dado que, embora expressem um pensamento positivista, tal pensamento encontraria fortes ressalvas na realidade da vida, no que o poema encontrou maior equilíbrio.

Postar um comentário

Palavras bem-vindas...